New to Busy?

#FILMOTECA# - "Busanhaeng" | "Invasão Zumbi" (2016)

4 comments

wiseagent
64
last monthSteemit4 min read

Cinema Asiático

Sinopse: A Coreia do Sul decreta estado de emergência após um vírus desconhecido tomar conta do país. Algumas pessoas tentam fugir de zumbis e ficam presas em um trem-bala que está a caminho de Busan, a única cidade que não foi afetada pelo vírus.

Cinematograficamente falando, se existe um plot que já foi trabalhado excessivas vezes (alguns até de forma exagerada, criando várias sequências desnecessárias) é aquele envolvendo zumbis como plano de fundo em algum cenário apocalíptico. É bem verdade também que a maioria desses exemplares é de médio para ruim... Felizmente, esse não é - nem de longe - o caso de Invasão Zumbi.

Medium

A começar pela ambientação do filme (que por sinal, é excelente!). O roteiro concentra a maior parte do seu esforço narrativo no "aprisionamento" de todos os personagens mais relevantes dentro de um espaço que ao longo da projeção vai adquirindo toques um tanto quanto claustrofóbicos. O trem-bala é praticamente um personagem que guarda as melhores surpresas que estão por vir.

Embora haja uma movimentação fora do trem (com ótimas sequências de perseguição, que rendem cenas tensas e muito bem arquitetadas), o filme acontece nele e todo o suspense / terror que é apresentado, chega de uma forma sufocante. Com seu ritmo acelerado, a trama nunca cai em uma monotonia e sempre a um perigo à espreita dos personagens... E acreditem, ninguém está a salvo.

Bloody Disgusting

Justamente por sua imprevisibilidade narrativa, o roteiro consegue criar uma atmosfera de incerteza acerca dos destinos dos personagens (e isso automaticamente instiga o telespectador a acompanhar o desenvolvimento do filme com mais empatia) que é muito eficiente. Literalmente - apesar dos clichês que rondam esse sub-gênero de filme -, o público acompanha o desenrolar da trama sem saber como ela irá terminar.

Um elenco desconhecido (porém competente... a julgar apenas por esse trabalho, já que não conheço trabalhos anteriores deles) dá vida a personagens com um peso dramático real (e eles o fazem com uma clareza de ideias e atos muito bem trabalhada, graças aos seus bons desenvolvimentos), algo que facilita a identificação para com o telespectador, tornando a jornada deles pela sobrevivência em algo meio angustiante de ser acompanhado.

Collider

Tratando-se de um filme sobre vírus letais que transformam pessoas em zumbis, esse é um feito admirável. Particularmente falando, já fazia um bom tempo desde a última vez em que eu havia assistido a um filme que conseguisse me surpreender pelo arco narrativa diferenciado e pela temática completamente atualizada e cheia de novos elementos dinâmicos.

Sang-ho Yeon dirige o filme na medida certa e com uma potência visual bem atrativa. De forma inteligente, ele soube aliar o apelo dos efeitos visuais (enquanto grafia narrativa) a um roteiro que vai além do terror / horror e investe (de forma certeira) em diversos mini-arcos dramáticos muito pertinentes. Criou-se assim, algo diferenciado em meio a tanto "mais do mesmo" e que conta com um clímax envolvente e emocionante.

Tecnicamente, o filme é muito bem produzido e tem uma edição de cenas frenética (o que mais impressiona nesse sentido é o aspecto cru que dá o tom principal da trama). Além disso, ainda tem uma trilha sonora instrumental bem apropriada (embora eu não imagine um filme com essa pegada precisando, obrigatoriamente, de uma trilha sonora) e que ajuda muito no molde final.

Vinking by Heart

Invasão Zumbi é o tipo de filme que você começa assistir sem compromisso e / ou espera por algo realmente bom (eu falo por mim, que já assistir incontáveis filmes com esse plot) e termina com um sorriso no rosto por ter tido a experiência de constatar que ainda existem muitos cineastas desconhecidos por aí, com filmes bem interessantes, e que merecem reconhecimento fora do "mundo hollywoodiano".

Por fim, me arisco a dizer que esse foi um dos melhores filmes de zumbis que eu já tive o prazer de assistir e parabéns para o cinema asiático, que vem se mostrando cada vez mais relevante!

Comments

Sort byBest